cinta modeladora

5 dicas para escolher o modelo de cinta modeladora ideal para o seu corpo

O universo feminino é cercado de decisões que precisam passar por uma ampla análise antes de serem tomadas. Escolher o modelo de cinta modeladora ideal para o seu corpo não foge da regra e, por isso, ter dicas nesse sentido ajudam na melhor decisão. Acredite: com algumas ideias, você se surpreende com as opções mais adequadas.

Pode até parecer um assunto complicado, principalmente para quem não tem familiaridade com esse acessório. Contudo, em poucos minutos – como na leitura desse artigo – já é possível escolher a melhor e mais adequada cinta modeladora para o seu corpo. Ficou curiosa? Então confira nossas cinco dicas para achar o modelo que se enquadra com o seu perfil.

1. Características do seu corpo

O primeiro passo é achar o tamanho ideal, permitindo que a cinta modeladora fique confortável no seu corpo. Para isso, atente-se à sua altura, peso e circunferência da cintura. Cada uma delas possui uma peça com padrão médio a ser utilizado.

Ao buscar o acessório e apresentar as características do seu corpo, uma boa empresa que disponibiliza a cinta modeladora irá apresentar os modelos conforme seu biótipo. Assim, passamos para as próximas dicas.

2. Defina o modelo

Há uma série de modelos de cinta modeladoras que, apesar de manterem a mesma finalidade, podem integrar um look ainda mais completo. O body, por exemplo, cobre todo o corpo. Há estilos ‘maiôs’, sem a cobertura das pernas, ou calcinhas altas, que ajudam na compressão da barriga.

A dica, nesse sentido, é escolher o modelo que mais compõe a forma como se veste e aquelas que mantêm o conforto se, por exemplo, você precisar ficar com ela do período da manhã até a noite ou utilizar por determinado tempo após uma cirurgia.

3. Prove as opções

Uma dica muito importante: prove a cinta modeladora antes de adquirir. Isso porque há várias características que demonstram sobras no seu corpo, que não cobrem a região desejada e, em determinados casos, marcam a roupa que vai por cima.

Prove, mova a cintura (em caso de pós-cirúrgico é bom ter cuidado) e veja como ela se modelou ao seu corpo – afinal, a cinta é feita para isso. Não tenha medo de provar várias opções: são elas que mostrarão qual é a ideal para você.

4. Cintas e ocasiões

Cada modelo é perfeito para uma ocasião específica: eventos sociais, como casamentos ou festas; para quem busca praticar exercícios físicos, após realizar uma cirurgia, como a cesariana; entre vários aspectos.

Algumas, como por exemplo, como os bodies, podem ser ótimas opções para o cotidiano, pois além de modelarem o corpo, elas ajudam na postura. Assim, alia-se uma ótima peça a uma silhueta deslumbrante, contribuindo na saúde e bem-estar.

5. Compre peças de qualidade

A última e indispensável dica é: opte por empresas que sejam referências em cintas modeladoras. Além de apresentarem uma diversidade de modelos, também contribuem para um produto resistente e confortável, que seja perfeito para o seu corpo.

Geralmente, em situações assim, para mulheres que não têm experiência na escolha de cintas modeladoras, o próprio comércio ajuda a entender as características – finalidade, biótipo, ocasião e o aspecto que desejar.

Quer conferir outras dicas como essa? Leia nossos artigos e não deixe de conferir as peças mais adequadas ao seu corpo.