cinta modeladora

Em quais situações o uso da cinta modeladora não é recomendado?

Uma das mais recentes novidades da indústria estética é a cinta modeladora. Ela promete eliminar excessos da cintura e afinar a silhueta. Muitas famosas, como Kim Kardashian, uma das precursoras do seu uso nos dias atuais, bem como algumas artistas brasileiras, são adeptas, o que faz com que tenham muito sucesso entre suas seguidoras em redes sociais.

Embora a cinta modeladora traga muitas vantagens, existem casos em que o seu uso não é recomendado. Vejamos em quais no decorrer do artigo.

Quais os usos mais comuns da cinta modeladora?

A cinta modeladora é mais comumente usada por baixo da roupa, seja um vestido ou outros tipos de vestimenta. Também pode ser usada em atividades físicas, pois promete reduzir medidas, afinar e modelar a cintura.

O uso constante da cinta modeladora realmente reduz medidas?

Muito se diz que usar cinta modeladora reduz medidas, isto também é confirmado por especialistas. Mas é importante salientar que a cinta não elimina peso, mas coloca tudo no lugar.

Da mesma forma que certos tipos de roupa podem marcar e definir o corpo de uma pessoa negativamente, como as calças de cintura baixa, as cintas fazem o mesmo, mas positivamente, removendo marcas de roupa e deixando o corpo uniforme, bem como ajuda na redução de gordura localizada.

Alguns problemas causados pela cinta modeladora

Mas, como tudo na vida tem suas vantagens e desvantagens, usar de forma indiscriminada a cinta cirúrgica, pode causar problemas circulatórios, obstruindo o fluxo de sangue causando inchaços e varizes, também há o perigo de comprimir os órgãos ocasionando mau funcionamento destes.

Outro problema ligado ao uso da cinta modeladora é o enfraquecimento dos músculos do abdome e lombares, pois o local comprimido pela cinta paralisa os músculos bloqueando sua ativação ao realizar atividades diárias, mesmo durante exercícios.

Este enfraquecimento muscular causa sérios problemas, como desvios de postura, dores lombares, hérnias etc. Além do que pode causar flacidez, um efeito contrário do que se espera ao usá-la.

Muitos usuários da cinta relatam que com o uso da cinta, é preciso ingerir bastante água, pois a pele costuma ficar desidratada. Outro problema é que como a cinta não estica, você fica limitado de comer muito. Mas isto pode ser resolvido alimentando-se de três em três horas com uma comida saudável. Aliando isso a prática de exercícios, certamente, é possível perder peso.

Em que situações o uso da cinta modeladora não é recomendado?

O uso da cinta não é recomendado a pessoas que possuem estas condições:

  • Pessoas com pneumopatias;
  • Pessoas hipertensas;
  • Obesos mórbidos e obesos normais;
  • Pessoas alérgicas ao material da cinta modeladora.
  • Não é indicado fazer exercícios com a cinta e nem dormir com ela, pois impedem a circulação e as contrações musculares comuns durante o sono.

    Quantas horas por dia pode-se usar a cinta cirúrgica?

    Não é permitido usar a cinta modeladora por mais do que 8 horas diárias. Utilize-as de preferência nos horários diurnos. O uso por apenas 2 a 4 horas já está bom e traz ótimos resultados.

    Então, gostou do nosso artigo? Esclareceu suas dúvidas acerca das cintas modeladoras? Deixe seu comentário! Visite também nosso site para ler outros artigos relacionados ou encontrar nossos produtos que são feitos sob medida para você.