cinta modeladora · pós parto

O que levar em consideração na hora de escolher uma cinta modeladora?

As cintas modeladoras são uma ótima opção para você melhorar a postura do seu corpo, seja por motivos estéticos, de saúde, ou os dois juntos. Se escolhidas corretamente, elas ajudam a moldar as curvas e reduzir medidas.
Nesse texto, mostraremos algumas dicas práticas para te auxiliar na hora de selecionar a melhor cinta modeladora para você.

Escolhendo a partir do tamanho

O primeiro aspecto que você tem que prestar atenção é em relação ao tamanho da cinta modeladora. Ao experimentá-la antes de usar, tenha certeza de que ela fica totalmente confortável em você, já que é um acessório que vai te acompanhar durante boa parte do dia.
Nesse momento, tenha uma fita métrica em mãos para te ajudar a ter certeza de qual cinta é mais adequada ao seu corpo.

Aqui estão exemplos de alguns tamanhos padrão de cinta:

  • Tamanho P: para cinturas de 60 até 69 centímetros;
  • Tamanho M: para cinturas de 69 até 74 centímetros;
  • Tamanho G: para cinturas de 74 a 83 centímetros;
  • Tamanho GG: para cinturas de 84 a 85 centímetros;
  • Tamanho GGG: para cinturas de 85 a 90 centímetros.

É importante procurar uma cinta que seja ajustável, pois com o tempo pode ser que você precise diminuir alguns centímetros. Se ela for flexível nesse sentido, você pode usá-la de forma mais prolongada e aproveitar mais seus benefícios.

Tipos de cintas

As cintas modeladoras servem a diversos propósitos e existem em tipos variados. Temos, por exemplo, o body, que é um modelador de corpo inteiro que oferece uma sustentação mais rígida, abrangendo todo o tronco. Geralmente o body vem com bojo para definir melhor os seios e ajudar também na postura.
Já a bermuda modeladora tem a finalidade de atenuar celulites e amenizar as medidas das pernas e da barriga, além de ajudar a diminuir o contato entre as coxas.
A camisete é um acessório modelador que serve para disfarçar gordurinhas, tanto dos seios, quanto da barriga. A diferença da camisete em relação ao body é que ela não é fechada embaixo, o que a torna mais prática na hora de trocar de roupa ou ir ao banheiro.
Por último, temos a cinta abdominal, que também tem o foco em suavizar as gordurinhas na região da barriga. É geralmente a cinta mais utilizada e mais versátil, uma vez que você a veste com vestidos e calças.
Em relação aos materiais, na hora de escolher a cinta modeladora você precisa saber qual se adequa melhor ao seu caso e qual garante maior durabilidade. Existe cinta modeladora de poliéster, de acetato, acrílico, nylon e cetinete. Esses dois últimos tipos são mais resistentes e auxiliam na transpiração.

Indicações de cintas modeladoras para casos específicos

Em alguns casos, um médico ou especialista pode recomendar o uso das cintas modeladoras como forma de auxiliar o corpo durante algum processo, como por exemplo em pós-operatórios de cirurgias na coluna, pois ela ajuda a aliviar tensões e dores nas costas.
A cinta modeladora feminina também é indicada para outras situações, depois da gravidez, por exemplo, recomenda-se o uso da cinta pós-parto.
Para procedimentos de saúde ou de estética, como a lipoaspiração e abdominoplastia, existe a cinta cirúrgica e a cinta abdominoplástica, as quais ajudam bastante na postura e facilitam o processo de recuperação.
Quer saber mais sobre assuntos como esse? Leia outro artigo em nosso blog. Aproveite também e busque seu produto!