cinta modeladora

Sutiã pós-cirúrgico: quanto tempo usar?

A saúde deve ser prioridade em qualquer fase da nossa vida, especialmente quando decidimos optar por nos submetermos a procedimentos cirúrgicos para fazer a correção ou para melhorar algum aspecto que acabamos não gostando em nosso corpo. E nesse quesito, podemos lembrar das cirurgias nos seios, que tendem a ser bastante sensíveis e precisam de todos os cuidados necessários.

Dessa forma, podemos perceber a importância de um sutiã pós-cirúrgico, que ajuda a paciente a evitar qualquer tipo de complicação após a cirurgia, ajudando a chegar nos objetivos estéticos desejados. Quer saber mais sobre o assunto? Então, confira o nosso post até o final e saiba mais sobre esse instrumento e por quanto tempo ele deve ser utilizado logo após a cirurgia.

O que é e para que serve um sutiã pós-cirúrgico?

O sutiã pós-cirúrgico acaba oferecendo sustentação de uma forma ainda mais sustentada em relação aos seios que foram operados recentemente. O objetivo do seu uso é para que durante o processo de cicatrização não haja flacidez, e também para que os músculos da região consigam adaptar-se, a fim de que as suturas sempre permaneçam estáveis e não cedam.

Além disso, ele acaba auxiliando na cicatrização, pois quanto mais estável ficarem as incisões e cada vez menor a mobilização, mais prático, rápido e eficiente será o processo de cicatrização.

Sem contar que o sutiã pós-cirúrgico possibilita a redução do surgimento de queloides, e dentre outras cicatrizes que tendem a ser ainda mais visíveis. A compressão que é realizada por esses sutiãs consegue ajudar a reduzir o inchaço (edema) que fica presente na região, cujo processo é completamente comum após o procedimento cirúrgico.

Por quanto tempo o sutiã pós-cirúrgico deve ser utilizado?

Caso você não saiba, o sutiã pós-cirúrgico precisa ser utilizado todos os dias, especialmente antes do horário de dormir à noite. Além disso, ele também pode ser retirado somente para tomar banho. Assim, de forma prática, sabe-se que o mais recomendado é que a paciente utilize o sutiã pós-cirúrgico por cerca de, pelo menos, um mês.

Entretanto, também é recomendado que ainda no segundo mês de pós-cirurgia, ainda seja considerável utilizar sutiãs sem os arames, seja com poucas ou até mesmo com nenhum tipo de costura e também que ofereça uma boa sustentação.

Depois desse período, o mais comum é que a paciente já esteja liberada para usar qualquer tipo de sutiã, ou até mesmo optar por não utilizá-los. Deseja saber mais sobre o tema? Acesse agora mesmo o nosso blog e confira outros assuntos interessantes.

Quais são as características de um bom sutiã pós-cirúrgico?

Agora que você já entende o conceito e a importância da utilização de um sutiã pós-cirúrgico, confira abaixo as principais características que você precisa encontrar nesse tipo de sutiã para uma maior segurança.

1. Abertura frontal

Já que no processo de pós-operatório a paciente acaba ficando impossibilitada de fazer movimentos excessivamente amplos, tais como esticar ou levantar os braços para trás, é crucial que, para que consigamos independência e conforto, o sutiã possua uma abertura em seu lado frontal.

2. Não possuir aros

Caso você não saiba, os aros tendem não somente a machucar a paciente com o uso, mas também pode deformar a prótese, garantindo resultados e melhorias fora do esperado pela paciente.

3. Tecido com excelente qualidade

Para evitar possíveis alergias, apertos ou desconfortos, é crucial investir em uma prótese que ofereça um material de qualidade, até mesmo para controlar a transpiração.

Conclusão

Diante de todas as informações citadas acima a respeito de um sutiã pós-cirúrgico, podemos entender que ele não apenas oferece conforto para a paciente, mas também impede que vários outros problemas sejam acarretados em decorrência da cirurgia.

Portanto, agora que você já tirou todas as suas dúvidas sobre esse tipo de sutiã, que tal conhecer os nossos produtos? Acesse agora mesmo o site da Miracle Belt e conheça a nossa linha de sutiãs pós-cirúrgicos.