cinta modeladora

X cuidados que você precisa ter com o seu corpo no verão

X cuidados que você precisa ter com o seu corpo no verão

  • Você que está pensando em usar ou usando sua cinta modeladora ou reparadora e está esperando ansiosamente pelo verão, saiba que a estação requer cuidados. Sendo um país de clima tropical, o Brasil costuma ter altas temperaturas em boa parte do ano, obviamente respeitando as diferenças climáticas. Contudo, no verão, tal intensidade de temperatura é ainda maior, ocasionando temperaturas elevadas. O que caracteriza o verão como uma estação do ano em que o corpo é exposto a determinados riscos, necessitando atenção e cuidados redobrados com o corpo.
  • Especialmente pelo fato de que o verão é uma época do ano em que as pessoas optam por viajar ou curtir uma piscina. A empolgação com o verão é grande, contudo, é imprescindível ter precaução e atenção com o corpo, especialmente no que tange a crianças, mais vulneráveis à ação direta do sol no organismo.
  • Confira algumas dicas acerca de cuidados essenciais com o corpo, visando um melhor aproveitamento desta estação e, assim, usufruindo com qualidade do que ela oferece. E é importante frisar que o uso das cintas, seja as modeladoras, as pós-parto, as cirúrgicas ou diversas outras, não irão minar a experiência do verão, desde que respeitando o organismo e os limites do corpo.
  • Primeiramente, a dica mais valiosa é a de praxe, “use filtro solar”. Pode soar clichê, mas é uma dica fundamental, uma vez que a ação dos raios ultravioletas sob a pele é intensa, pois se passa muito tempo debaixo do sol. Além do mais, a utilização de filtro solar não deve se limitar ao verão, sendo indispensável a aplicação do produto durante o ano todo.
  • É fundamental utilizar filtro solar, ainda que o bronzeado seja supervalorizado e característico do verão, com grande valor estético. Porém, o perigo da ação do sol, quando a pele é muito exposta, pede prudência na hora de se bronzear.
  • É fundamental aplicar o protetor por todas as áreas do corpo, na nuca, nos pés, enfim, em todas as áreas. Não basta passar protetor apenas uma vez, ele precisa ser renovado de duas em duas horas, aproximadamente. Para quem usa cinta, por exemplo, não é porque aquela parte do corpo está coberta, que não necessita passar protetor, ele é imprescindível em todas as partes do corpo.
  • A hidratação é fundamental, ainda mais porque, ao se desidratar, outros problemas são desencadeados no corpo como a diarreia ou vômitos. O recomendado é que sejam ingeridos cerca de dois litros de água, uma vez que essa é a quantidade que, em termos normais, o organismo de uma pessoa adulta perde por dia. E não se perde somente água quando se sua, mas também sais minerais.
  • Configurando a hidratação como elemento indispensável para o corpo sempre, mas no verão, necessitando de cuidados redobrados. Porém, é importante o discernimento de que a água mineral é essencial, mas existem outros alimentos que contêm água em sua composição, colaborando diretamente para a hidratação do corpo, tais como água de coco, melancia, bebidas isotônicas e sorvetes, por exemplo.
  • Devido ao calor intenso, durante o verão, costumam surgir doenças sistêmicas e também de pele, recorrentes neste período. Uma das doenças típicas desta época do ano é o surgimento de micoses pelo corpo. As micoses são provenientes de fungos que gostam de ambientes quentes e úmidos para se espalharem.
  • Entre os tipos de micoses, destacam-se, por exemplo, as frieiras, que são caracterizadas por manchas brancas ou vermelhas, com coceira insistente no local. Para evitar as micoses, os procedimentos adequados são secar bem o corpo logo após tomar banho, especialmente no que tange a áreas com dobras, além de utilizar vestimentas mais leves como o algodão.
  • Configurando que em caso de uso de cintas, sejam modeladoras, pós-parto ou provenientes de procedimentos cirúrgicos, deve ser evitada a utilização destas quando estiverem úmidas.
  • Os bichos geográficos também são característicos de tal estação do ano. Os bichos geográficos são provenientes de uma infecção causada por parasitas que vivem no intestino de animais infectados, como cachorros e gatos. As fezes de animais infectados por esse parasita, quando entram em contato com o solo, como a areia da praia, são capazes de se alojarem na pele humana.
  • Outra manifestação própria do verão é o aparecimento de brotoejas, ocasionado por inflamações nas glândulas sudoríparas. As brotoejas caracterizam-se pelos sintomas de manchas vermelhas, coceiras e ardência pelo corpo. Para evitá-las, o recomendado é utilizar vestimentas leves, assim como aumentar a quantidade de banhos por dia, além de atenção reforçada em crianças, que costumam ser vítimas fáceis deste problema.
  • Que os raios solares proporcionam danos à pele, é algo notório, contudo, é necessário dimensionar que os cabelos também sofrem com a exposição solar em demasia, além de deixar os fios dos cabelos quebradiços e mais frágeis. Além disso, o sal do mar e o cloro, proveniente da piscina, também agem diretamente sobre o cabelo, pedindo constante hidratação dos fios. Lavar bem os cabelos é fundamental após um dia na praia ou na piscina.
  • Apesar da umidade do ar e da constante exposição dos cabelos à água da praia e também da piscina, o ressecamento dos fios é uma constante durante o verão. Para prevenir os cabelos durante o verão, é importante utilizar chapéus e bonés. Todavia, tais acessórios devem ser evitados quando o cabelo estiver molhado, uma vez que abafam os fios e podem ocasionar, dessa forma, até mesmo o surgimento de caspas e outros inconvenientes.
  • É importante utilizar cremes de pentear antes de um mergulho, além de evitar a utilização de química no cabelo durante a estação, visto que o próprio verão já agride bastante os fios. Secadores também não são indicados durante o período.
  • Entre em nossa página (https://www.miraclebelt.com.br/), visite nosso conteúdo e fique por dentro do nosso serviço. Temos cintas modeladoras masculinas e femininas de qualidade inigualável, além de excelência em atendimento.